ONDE ELES VIVEM?

Os morcegos podem viver em diversos lugares. Cada espécie tem suas preferências, sendo que muitas espécies podem utilizar mais de um tipo de local. Estes lugares onde os morcegos se abrigam são chamados "refúgios". Há dois tipos básicos de refúgios: os diurnos e os noturnos.
Refúgios diurnos são utilizados durante a maior parte do tempo, sendo os locais onde os morcegos dormem e realizam suas atividades sociais. É neles que ocorre o acasalamento, parto, comunicação, territorialidade, na maioria dos casos.
Refúgios noturnos servem como abrigo durante o período de atividade dos morcegos, ou seja, quando eles estão acordados. Tais locais são visitados, para se fazer pausas entre vôos ou para comer um alimento obtido. Por causa desse tipo de comportamento, é muito comum, no caso dos frugívoros, encontrar-se sementes ou restos de frutos de uma árvore no chão perto de uma árvore de outra espécie. Tais frutos são coletados em uma e consumidos em outra.

Os refúgios também podem ser classificados como naturais ou artificiais:

 

Naturais  
  • ocos de árvores
  • folhas
  • cascas soltas de árvores
  • fendas em rochas
  • matacões (pedras grandes)
  • cavernas
  • grutas


Artificiais
  • espaços entre telhas
  • forros de telhados
  • cômodos de casas abandonadas
  • chaminés não-utilizadas
  • cumeeiras de telhados
  • caixas d`água vazias
  • vãos de escadas externas
  • pontes e viadutos
  • qualquer construção humana abandonada